Bolo de ananás

22:56


Os bolos de ananás são extremamente conhecidos na doçaria, e existem inúmeras receitas. Eu adoro-os mas o marido  e as miúdas cá de casa não são fãs. Mas mesmo assim foi o eleito, e pensei " É desta vez que faço um bolo só para mim" . Pois enganei-me, acabei a dividi-lo com o marido, as filhas nem o provaram, e não sabem o que perderam.
Esta receita foi retirada do "Livro de receitas de bolos e bolinhos" da Vaqueiro. Livro esse que me foi enviado pela marca era eu adolescente,  após juntamente com a minha irmã Andreia coleccionarmos as provas de compra necessárias que estavam disponíveis no rótulo do óleo Vaqueiro... bons velhos tempos!!!

Ingredientes:
  • 50 gramas de Margarina Vaqueiro;
  • 200 gramas de açúcar;
  • 7 rodelas de ananás de conserva;
  • 7 cerejas marrasquino ou em calda ( usei framboesas pois não tinha cerejas);
  • 6 ovos;
  • 250 gramas de açúcar;
  • 125 gramas de Margarina vaqueiro;
  • raspa de 1 limão;
  • 250 gramas de farinha ( usei com fermento);
  • 2 colheres (de café) de fermento em pó.
1. Corte um círculo de papel vegetal com o diâmetro da forma e coloque no fundo desta, espalhe os 50 gramas de margarina e os 200 gramas de açúcar em cima do papel vegetal. 



2. Disponha as rodelas de ananás no fundo da forma, e no centro das rodelas coloque as cerejas em calda, como não tinha usei framboesas, mas não são adequadas pois mantêm a cor mas não a consistência e sabor.


3. Bata as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado e fofo. Adicione depois a restante margarina derretida e a raspa do limão. Bata novamente até estar bem misturado.


4. Bata as claras em castelo bem firme e incorpore-as na mistura com cuidado para não perderem o ar.


5.  Junte a farinha com o fermento. Envolva delicadamente a farinha  peneirada.


6. Deite esta massa delicadamente sobre o ananás e leve a cozer em forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 50 minutos. protegi com papel de alumínio, pois o meu forno queima.


7. Acabadinho de sair do forno. Foi quando me apercebi que não tinha barrado as paredes da forma com manteiga e esta não era anti-aderente; mas tive sorte, pois como a massa leva margarina foi só passar a faca com cuidado e ele descolou sem dificuldade.


 8. E aqui está, a fatia que acompanhou o café!!!

Outros artigos que pode achar interessantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Artigos recentes