Verão 2019: TheFork revela crescimento de 55% nas reservas de restaurantes

22:18


Verão 2019: TheFork revela crescimento de 55% nas reservas de restaurantes


TheFork, a principal plataforma de reservas de restaurantes online na Europa, Austrália e América Latina, revelou que neste verão as reservas de restaurantes cresceram 55% face ao período homólogo do ano passado.


Segundo a plataforma de reservas TheFork, em Santa Cruz o crescimento do número de reservas rondou os 600% e em Setúbal e nos Açores atingiram cerca de 300% de aumento face ao verão do ano passado.


Os tipos de cozinha em destaque junto dos consumidores são a cozinha portuguesa (30%), a internacional (10%) e a japonesa (7%). O gasto médio por refeição é de 27€.


Os locais que mais aumentaram o número de reservas durante esta época, face ao verão de 2018, foram Santa Cruz, Setúbal, Açores, Olhão e Portimão. Em Santa Cruz o crescimento rondou os 600% e em Setúbal e nos Açores cerca de 300%, fruto da crescente digitalização do setor da restauração nas regiões em questão. De todas as zonas que mais cresceram, a região do Algarve foi aquela que onde se sentiu um desenvolvimento mais amplo com Olhão (202%), Portimão (160%), Loulé (82%), Faro (78%), Albufeira (66%), Carvoeiro (65%) e Monte Gordo (63%) a refletirem o impacto da época balnear. Destaque ainda para o Alentejo nas regiões de Portalegre (152%) e Évora (79%).


Lisboa concentra os restaurantes mais reservados do verão, tais como: o “Palácio Chiado”, o “Laurentina – Rei do Bacalhau”, o “Seen”, o “Contrabando Restaurante e Bar” e o “Bistro 100 Maneiras”, o “Espada”, o “Baía do Peixe”, o “Yakuza First Floor”, o “DesNorte”, o “Frade Dos Mares”, “The Decadente Restaurante & Bar”, o “Capitô à Mesa – Panorâmico”, a “Sala de Corte” e “A Casa do Bacalhau”. Excepção feita no Porto com destaque para o restaurante “Cafeína” que completa o top 15 de espaços mais reservados no verão de 2019. 73% do total das reservas foram feitas através da aplicação do TheFork.


O jantar continua a ser a refeição de eleição a nível nacional na plataforma do TheFork, correspondendo a 77% do total das reservas. 25% dos utilizadores já reservam as suas opções gastronómicas favoritas com 48 horas de antecedência. No que diz respeito ao preço médio da refeição reservada através do TheFork, este ronda os 27€.


Os dias com mais reservas continuam a ser sexta-feira e sábado (16% cada), porém neste verão reconhece-se uma aproximação da procura dos restantes dias ao longo da semana, nomeadamente: domingo e segunda-feira (12% cada), terça-feira (14%) e, por fim, quarta e quinta-feira (15% cada). Os tipos de cozinha que se destacam na eleição dos paladares dos portugueses são a cozinha portuguesa (30%), a internacional (10%) e a japonesa (7%).


“É interessante avaliar como a digitalização e as aplicações têm desempenhado um papel fundamental no crescimento do sector da restauração em Portugal. Esperamos que as tendências do verão continuem ao longo do ano e que o melhor da gastronomia torne-se cada vez mais acessível a todos”, refere Sérgio Sequeira, Country Manager do TheFork em Portugal.


Está a decorrer a quarta edição do TheFork Fest até 3 de Novembro de 2019. A iniciativa do TheFork disponibiliza mais de 200 restaurantes participantes com oferta de 50% de desconto em toda a carta em 9 regiões: Lisboa, Porto, Algarve, Funchal Coimbra, Braga, Setúbal, Caldas da Rainha e Leiria.

[clicar aqui para mostrar o Press Release]

Outros artigos que pode achar interessantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Artigos recentes