Bolo gelado com frutos vermelhos

18:37


Sobremesa ideal para os dias quentes, versátil pois tanto pode ser servida como um semifrio ou um bolo gelado, visualmente irresistível e acima de tudo muito gulosa. Óptima para aproveitar ao máximo os dias de calor.


Base de bolacha:
  • 200 gramas de bolacha maria;
  • 150 gramas de manteiga;
  •  150 gramas de chocolate em pó.
Creme:
  • 7 folhas de gelatina incolor;
  • 600 ml de natas para bater;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 3 folhas de gelatina vermelha;
  • 0,5 dl de xarope de groselha;
  • 150 gramas de morangos ( frescos ou congelados).
Decoração:
  • Molho de chocolate ( 1 tablete de chocolate e 1 pacote de natas);
  • Morangos frescos, framboesas e mirtilos frescos;
1. Prepara-se a base de bolacha. Coloca-se a bolacha num saco e com o auxílio do rolo da massa "damos azo à nossa fúria", o ideal é que fiquem picadas grosseiramente. Depois  colocam-se numa taça e junta-se a manteiga à temperatura ambiente, envolve-se e fica com aspecto de areia grossa. Finalmente junta-se o chocolate e mexe-se bem.


2.  Escolha o prato em que vai servir e coloque um aro de 22 cm.


3. Forre o fundo do mesmo com a massa de bolacha, e reserve no frigorífico.


4. Coloque as folhas de gelatina incolor  de molho em água fria. Batem-se as natas em chantilly e junta-se o leite condensado. Retira-se três colheres de sopa deste preparado, e junta-se as folhas de gelatina escorrida. Derretem-se em banho-maria ou no micro-ondas ( 5 a 6 segundos chega). E, envolve-se no preparado anterior.


5. Divida o preparado em três taças, reserve uma delas no frigorífico. Coloque as folhas de gelatina vermelha a demolhar da seguinte forma: 1 folha  - numa taça, 2 folhas - noutra taça.


6. Num dos preparados envolva o xarope de groselha, depois retire 3 colheres de sopa e junta-se a (1) folha de gelatina escorrida, derrete-se em banho-maria ou no micro-ondas, e junta-se novamente ao preparado de natas e xarope de groselha. Reserve no frigorífico.



7. Lave os morangos, corte em pedaços e triture-os com a varinha mágica, envolva-os numa das taças de natas. Retira-se três colheres de sopa deste preparado, e junta-se as folhas de gelatina vermelha (2) escorridas. Derretem-se em banho-maria ou no micro-ondas e envolva na taça de natas e morangos. Reserve no frigorífico.


8.  Retire o prato do frigorífico, corte alguns morangos e disponha-os por cima da base.


9. Deite na forma o preparado de morangos e nata e leve por cinco minutos ao congelador, apenas para a gelatina começar a actuar e quando colocarem a camada seguinte não se misturar. O preparado a seguir é o de groselha e depois mais cinco minutos no congelador. A última camada é a de natas, como esteve mais tempo no frigorífico pode a gelatina já estar a actuar e já é mais espessa, mas com a ajuda de uma colher distribuam-no uniformemente pela forma, e vai a congelar durante 4 horas.


10. Ao fim desse tempo , podem retirar o aro. Para ajudar a desenformar podem aquecer um pouco as laterais com um pano molhado em água quente, e se for necessário passar um faca no rebordo. 



11.  O molho de chocolate deve ser feito mais ou menos 1 hora antes do bolo gelado sair do congelador, para arrefecer um pouco mas não o suficiente para endurecer. Molho de chocolate: leva-se um pacote de natas com o chocolate partido em pedaços ao lume e vai-se mexendo para o chocolate derreter. Retira-se do lume, e reserva-se.
Cobre-se a parte de cima do bolo com o molho e deixa-se escorrer para os lados. 


12. O chocolate solidifica muito rápido pois arrefece rapidamente por o bolo estar gelado. E depois é só decorar com morangos, framboesas e mirtilos. Coloquei também umas folhas de hortelã. 
Para ser mais fácil de cortar aconselho a reservar no frigorífico até servir, mas se quiserem comer como gelado aconselho a mergulhar uma faca em água quente para o cortar.


Truque: Para facilitar o desenformar podem forrar o aro com  uma tira de papel vegetal ou de acetato.

Espero que gostem!!!

Outros artigos que pode achar interessantes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários

Artigos recentes